TACIMA

Tacima é um município brasileiro do estado da Paraíba localizado na microrregião do Curimataú Oriental e na Mesorregião do Agreste Paraibano.

Gentílico: tacimense

História

 

Etimologia

 

Segundo o historiador Horácio de Almeida, a palavra Tacima provém de Tacyba, que em língua indígena significa “profusão de formigas”, ou "local de muitas formigas".

 

Povoamento da região

 

O povoamento de Tacima começou a partir do século XVII, historiadores fazem referência a presença de Expedições Portuguesas e Holandesas, pois existe registro de que estes foram até o Rio Grande do Norte, a procura da célebre Mina de Cunhaú, essas expedições aconteceram no período de 1643 a 1645. O primeiro registro do povoamento das terras onde está inserido o município de Tacima-PB é de 1674 em data de Sesmaria. A primeira menção do topônimo "Tacima" é de 1714, em data de Sesmaria que consta como primeiro proprietário Antonio Freire de Tamatanduba, onde se faz referência as "terras da Tacima" e "sítios da Tacima", em alusão a atividade criatória. Acredita-se que o primeiro morador de Tacima foi um Padre de nome Manoel de Jesus Borges, o mesmo detinha a posse de terras e edificou uma capela em local onde se originou o arruado que culminou com a cidade de Tacima, isso por volta de 1819.

 

O antigo povoado de Tacima foi elevado a categoria de Distrito de Araruna em 1938, tendo conseguido sua emancipação política através da Lei 2.046 de 20 de abril de 1959, de autoria do então deputado estadual José Targino Maranhão, assim, desmembrando-se de Araruna-PB e tornando-se independe. Em 30 de abril de 1959 deu-se a instalação do município de Tacima-PB.

 

Frei Damião de Bozzano, muito venerado na região, já desprovido de voz e de auto locomoção, após uma grande festa pastoral em janeiro de 1996, segundo um dos seus assessores, pediu que o local passasse a se chamar Campo de Santana, por ser o município um planalto muito extenso e em homenagem a Padroeira do município que é Sr.ª Santana. A Lei Municipal nº 28 de 1996 mudou o nome do município para "Campo de Santana". Pela lei municipal nº 15, de 23 de dezembro de 2009, o município voltou a sua histórica e fundamentada denominação Tacima.

 

O primeiro Prefeito eleito de Tacima-PB foi Targino Pereira da Costa Neto em 1959, o mesmo voltou a governar o município por mais dois mandatos, de 2005 a 2008 e de 2009 a 2012. Atualmente, já pelo segundo mandato consecutivo, o município tem como Prefeito Erivan Bezerra e Vice-Prefeito Bilac Soares de Oliveira.

 

Atualmente Tacima possui os Povoados do Braga, Cachoeirinha, Bola e Bilinguim e dezenas de comunidades rurais.

 

Geografia

 

Limites

 

Noroeste: Araruna   Norte: Passa-e-Fica e Nova Cruz Nordeste: Logradouro Oeste: Riachão e Dona Inês Leste:  LogradouroSudoesteBananeiras Sul: Bananeiras, Belém e CaiçaraSudeste:  Caiçara

 

 

Relevo

 

Tacima está inserido na unidade geoambiental da Depressão Sertaneja, com relevo suave ondulado[4].

 

Clima

 

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacionalem 2005.[7] Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

O clima é tropical semiárido, com chuvas de verão. A pluviometria média é 432 mm[4].

 

Vegetação

 

A vegetação predominante é a caatinga hiperxerófila, com trechos de floresta caducifólia[4].

 

Hidrografia

 

O município está nos domínios da bacia hidrográfica do rio Curimataú. Os principais tributários são os rios Calabouço, Salgado e Curimataú, e os riachos do Braga e Cancão, todos de regime intermitente[4].

 

Referências

 

Mapa da Confederação Nacional de Municípios

IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010

«Censo Populacional 2010»Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010